16 de ago de 2009

PEDRA DO SINO




São 11 km de trilha sempre subindo. Longa e cansativa que exige certa resistência do praticante. Feita em geral com mochilas cargueiras, pois normalmente se faz um pernoite no Abrigo 4. Interessante dar uma lida do artigo sobre mochilas que consta no link Equipamentos. Lá, você pode ter uma noção mais explicada de como escolher a mochila correta para cada tipo de trilha.
Local de beleza singular oferece um por de sol e principalmente, um nascer de sol imperdível em cima do pico. É comum ver muitas pessoas sentadas no pico bem cedo aguardando a hora do espetáculo do sol.
Existe um abrigo que pode ser reservado com antecedência o que evitaria o transporte de barracas. Este abrigo é rústico e possui quartos para quatro pessoas, colchão e uma cozinha e um banheiro comunitário. Mas, lhe protegerá do vento e da chuva.
As temperaturas costumam ser baixas podendo atingir -3ºC e, em dias (e noites) mais gelados, a temperatura pode facilmente cair ainda mais.
Duração: Aproximadamente 5 horas
Nível: Médio +

CIRCUITO DAS PRAIAS



Uma bela trilha que leva as praias muito pouco freqüentadas e, quase desertas dependendo da época e do dia em que se visita. Local de rara beleza com belas vistas e praias maravilhosas muito pouco conhecidas bem no coração do Rio de Janeiro (Parque da Pedra Branca).
Existe uma variante desta trilha que leva a Pedra da Tartaruga, point muito conhecido pelos apreciadores do rapel.
Duração: Aproximadamente 01h30min min
Nível: Fácil

15 de ago de 2009

PÃO DE AÇÚCAR




A partir da pista Cláudio Coutinho. Existem duas formas de se atingir o topo. A primeira tem início no meio da pista e é de fácil acesso e bastante fechada pelo meio da mata. Não espere uma bela vista antes de se chegar ao destino.
Duração: Aproximadamente 30 min
Nível: Fácil
A segunda exige experiência e corda para segurança. Segue-se a pista até o fim e se continua por uma pequena, estreita e perigosa trilha de terra que beira e rodeia o costão. A trilha ataca a parede do Pão de Açúcar de frente. A princípio assusta, mas não é nada que um pouco de habilidade e uma corda com um bouldrier não resolva. São aproximadamente 15 m de subida fácil ancorada. Após esse obstáculo a trilha segue fácil até o topo. Oferece belas vistas da Baia da Guanabara, Niterói, Leme, Copacabana, etc.
Duração: Aproximadamente 45 min
Nível: Médio

PEDRA DA GÁVEA




Trilha relativamente fácil, porém, não aconselhada para iniciantes. Existem alguns pontos em que se torna necessário um mínimo de experiência do trilheiro. A carrasqueira e a chaminé exigem conhecimento e um guia experiente para auxiliar o restante do grupo.
Outro fator de risco não menos importante, são os freqüentes assaltos e arrastões nesta trilha. O que é lamentável, até porque, o visual que se encontra no topo é muito raro de se encontrar. É simplesmente fascinante!!! Mas, devido a este fator, cada vez menos grupos se aventuram nesta trilha. Mas, se você ainda assim quiser se aventurar, não esqueça do guia e dê preferência aos domingos, onde existem mais pessoas na trilha diminuindo assim o risco dos assaltos.
Duração: Aproximadamente 01h40min min
Nível: Médio

PEDRA BONITA




Trilha fácil e bem demarcada. Há uma parte já no final um tanto íngreme e, caso o terreno se encontre molhado, tenha cuidado, pois escorrega bastante.
Possui uma enorme área no pico e há inúmeras opções para fotos maravilhosas. Com vista privilegiada para São Conrado, Barra, Recreio e principalmente para a Pedra Bonita em um ótimo ângulo.
Duração: Aproximadamente 30 min
Nível: Fácil

CIRCUITO CAVERNAS DA FLORESTRA DA TIJUCA




A Floresta da Tijuca - RJ oferece inúmeros pontos para a prática de trekking, alpinismo e exploração.
As cavernas e grutas que existem lá, são muito pouco conhecidas e exige apenas um mínimo de conhecimento e alguns materiais que não usamos normalmente em trilhas convencionais como, luvas, lanternas e uma corda.
Oferece desde belas fotos em grutas e cavernas com grandes salões até a exploração com o uso de cordas e a subida de uma chaminé para se atingir um segundo salão.
Duração: Aproximadamente 45 min
Nível: Fácil

BICO DO PAPAGAIO




A trilha segue fácil e com poucos aclives e declives até a bifurcação na base da rocha. À esquerda, segue para o Pico do Archer e, à direita, para o Bico do Papagaio. A partir daí, torna-se um tanto íngreme e apresentando alguns obstáculos, sendo necessária certa habilidade, pois existem pedras que possuem inclusive vergalhões em forma de escada para auxiliar a subida e a descida.
A vista no pico é maravilhosa. Pode-se avistar o verde do parque e a orla que se estende até a zona oeste. Em dias de céu limpo e com um bom binóculo, avistam-se inclusive as praias do Perigoso e do Meio.
É no pico um dos pontos para a prática do rapel. Existem grampos em bom estado para se fazer uma ancoragem segura.
Outra possibilidade é descer o pico pela esquerda em uma pequena garganta e contorna-lo para a parte de baixo. É preciso MUITO CUIDADO, pois há uma parte em que é necessário passar se arrastando e tendo uma rocha em sua cabeça e um enorme abismo a frente. Vale a visita.
Duração: Aproximadamente 40 min
Nível: Fácil - Média

TIJUCA MURIM OU TIJUQUINHA




Segue-se a mesma trilha do Pico da Tijuca e já no final, próximo à base, entra-se a esquerda em uma bifurcação na trilha. Por ser pouco utilizada, vale uma conferida no estado em que a trilha se encontra.
Duração: Aproximadamente 35 min
Nível: Fácil

PICO DO ARCHER




Uma opção na mesma trilha do Bico do Papagaio. Trilha pouco utilizada e por este motivo, também vale a conferida antes de se levar um grupo.
Duração: Aproximadamente 30 min
Nível: Fácil

PICO DA TIJUCA





Na Floresta da Tijuca-RJ. Trilha de fácil acesso na região metropolitana do Rio de Janeiro. Sobe-se pela trilha até a base de rocha onde se sobe por uma escadaria entalhada pelos escravos. A curiosidade, é que esta foi esculpida na época do Brasil colônia por ordem do império em virtude da chegada do príncipe Filipe que informou que desejava escalar a rocha!
Duração: Aproximadamente 45 min
Nível: Fácil